Pular para o conteúdo
Teste de gravidez

Qual o melhor teste de gravidez de farmácia

Qual mulher nunca recorreu a um teste de gravidez de farmácia logo depois que a menstruação atrasou? Difícil encontrar alguém que ainda não tenha experimentado esse produto. Além de rápido, acessível e fácil de usar, o teste de farmácia é uma estratégia interessante para que a mulher descubra se está grávida ou não, desde que usado corretamente. Mas, como escolher o melhor teste de gravidez diante de tantas opções disponíveis? É sobre isso que falaremos a seguir.

Sumário

Como funciona o teste de gravidez?

Antes de tudo, você sabe como funciona o teste de gravidez e de que forma ele detecta se uma mulher está grávida ou não? É muito simples. Quando o corpo da mulher se prepara para gestar um bebê, o organismo produz um hormônio específico: o HCG.

Esse hormônio é facilmente perceptível através da urina. É por isso que os testes de farmácia precisam do contato com a urina da mulher para identificar a presença do HCG. Se isso acontecer, um bebê está a caminho.

Lembrando que o teste de farmácia pode apresentar falhas, dando um resultado equivocado, como o falso negativo, por exemplo. Dificilmente o exame vai dar falso positivo porque, como dissemos, ele se baseia na presença de um hormônio que só aparece durante a gravidez.

O falso negativo é mais comum porque a mulher pode ter feito o teste muito antes da liberação desse hormônio, que só é liberado alguns dias depois da instalação do embrião na parede do útero.

O HCG também é detectado através do exame de sangue chamado de BHCG, sempre indicado por ginecologistas em caso de suspeita de gravidez. O exame feito após a coleta de sangue em laboratório oferece resultados mais rápidos, precisos e assertivos do que o teste de farmácia.

Quando fazer o teste de gravidez de farmácia?

Sim, existe o momento certo para realizar o teste de gravidez. O recomendado é esperar a menstruação atrasar, pois, caso a gestação tenha se concretizado, o HCG já terá sido liberado. O resultado pode ser distorcido se o exame for feito antes desse período.

Também é importante saber que o hormônio é liberado pelo organismo cerca de uma semana depois da fecundação do óvulo pelo espermatozoide. No entanto, apenas alguns testes mais sensíveis podem detectá-lo, sendo mais confiável investir em um exame de sangue.

Afinal, qual teste de gravidez é o melhor?

Apesar da grande variação de opções no mercado, não há um único teste que seja considerado o melhor dentre todos os outros tipos existentes. Todos os testes de gravidez possuem a mesma funcionalidade, objetivo e usam a mesma técnica de detecção do HCG.

Ou seja, todos dependem da coleta da urina para identificar o hormônio da gravidez e fazem isso usando o mesmo método: molhando o bastão no xixi e liberando o resultado.

No entanto, existem alguns pontos que podem ser mais ou menos importantes para a mulher, dependendo da sua necessidade. 

A sensibilidade, por exemplo, é um desses pontos. Alguns testes de farmácias têm uma sensibilidade maior e podem detectar a gravidez antes mesmo do atraso da menstruação, quando a quantidade de HCG é bem pequena.

Outros testes são mais modernos, emitindo sinal sonoro ou apresentando o nome “grávida” no lugar das tradicionais e comuns listras no visor.

Mas, no geral, todos eles são bons e possuem precisão de até 99%. Sem dúvidas, é uma excelente porcentagem de acertos.

Neste vídeo, a ginecologista Juliana Amato fala sobre os diferentes tipos de testes de gravidez disponíveis e como eles funcionam. Ela explica que os testes de gravidez detectam a presença de uma proteína chamada gonadotrofina coriônica (HCG), produzida durante a gravidez. Os testes de farmácia são capazes de detectar essa proteína em aproximadamente 99% dos casos, mas a sensibilidade varia dependendo da marca do teste. Alguns testes só são capazes de detectar a proteína quando há um atraso menstrual, enquanto outros são mais sensíveis e podem detectá-la antes disso. Já os testes de laboratório de sangue são mais precisos, mas demoram mais para fornecer os resultados. A ginecologista também menciona alguns sinais que podem indicar a ovulação, como dor pélvica, aumento do muco vaginal e aumento da temperatura corporal, mas enfatiza que os testes de farmácia e os testes de laboratório de sangue são os métodos mais precisos para detectar a gravidez.

Olá! Hoje nós vamos conversar sobre um assunto que todo mundo tem dúvida.  Qual teste de gravidez eu devo fazer? Vamos lá!  Meu nome é Juliana Amato,  sou ginecologista aqui do Instituto Amato  e hoje vamos conversar sobre esse tema que gera tanta dúvida.  Pois bem, você sabe que todo o teste de gravidez,  ele detecta um hormônio que é produzido durante a gestação, que é o HCG,  o HCG, é chamado de gonadotrofina coriônica e esta gonadotrofina,  ele é uma glicoproteína produzida durante a gravidez.  Então, tanto os testes de farmácia quanto o teste de laboratório de sangue,  eles procuram essa proteína no sangue ou na urina da paciente  que está achando que está grávida.  A gonadotrofina, ela é produzida logo quando tem a fecundação, ou seja,  você tem a relação sexual no seu período fértil,  se você tem a fecundação naquele momento, a partir daquele momento  o beta HCG, ele é produzido pela placenta.  Essa produção é uma produção acelerada, ou seja, a cada 24 ou 48 horas  a quantidade de HCG presente no corpo da mulher, ela duplica ou triplica.  E por que a gente produz esse hormônio na gravidez?  A gente produz para manter o corpo lúteo e o corpo lúteo,  ele é um folículo que estava presente na hora que você teve a fecundação  e que ele vai ser responsável pela produção de progesterona  no nosso organismo. Essa progesterona, ela vai manter o endométrio espesso,  evitando assim que ocorra o descamação desse endométrio e a menstruação.  Ela impede a menstruação e, consequentemente se tiver tido a fecundação,  ela impede o abortamento.  Portanto, o teste de gravidez,  ele procura esse hormônio que a gente falou, que é a gonadotrofina coriônica  e a fração beta desse hormônio,  por isso que o teste laboratorial chama beta HCG.  Qual a diferença entre o teste de farmácia e o teste de sangue?  E quando eu devo fazer esse exame? Bom, o teste de farmácia,  ele tem 99% de sensibilidade para esse hormônio produzido na gravidez.  Porém, cada teste de farmácia, ele é diferente na sua sensibilidade  de acordo com a época que você faz  esse exame. Tem teste de farmácia que você  só vai detectar a presença desse hormônio quando você tem um atraso menstrual.  Existem outras marcas de teste que eles garantem ver a presença desse hormônio  até quando você não tem um atraso menstrual ainda. Existem aqueles testes de fitinha,  existem aqueles testes que são umas canetas, aonde tem a presença dos risquinhos,  dos dois risquinhos, azuis ou vermelhos, ou os testes que aparecem no seu visor,  grávida ou não grávida.  E qual é o melhor?  Na verdade, eles são iguais, porém com diferença na data em que deve ser realizado.  Então, quando você for à farmácia, o importante é que você leia  as instruções do fabricante para ver qual  a melhor época de você fazer esse exame,  porque alguns vão sofrer com atraso menstrual e outros antes do atraso menstrual.  E quantos dias de atraso menstrual?  Com um dia de atraso menstrual já é possível detectar um positivo?  Sim, porém, aqui existe uma ressalva, se a mulher, ela tem o seu período menstrual  irregular, ou seja, ela não sabe exatamente quanto dura o seu ciclo.  Fica difícil de saber quando que vai ser a sua próxima menstruação.  Então, o que pode ocorrer é um erro de data,  você acha, como a sua menstruação é irregular,  você acha que você deveria menstruar em um dia  e, na verdade, como é irregular, pode não ser esse dia.  Então, se você fizer o teste de gravidez, quando você acha que você está atrasada  e der negativo, isso não quer dizer que você não está grávida.  O ideal é que você repita 2 a 3 dias pra frente.  Então, o que de regra é melhor?  Eu, para as minhas pacientes, oriento que faça o teste de gravidez  a partir de quatro dias de atraso menstrual, porque aí a gente tem uma margem de segurança  se essa menstruação é irregular. E se der negativo e a menstruação não desce?  Eu oriento repetir mais quatro dias pra frente.  Agora, se for aquele outro teste de farmácia que ele prevê,  a gravidez antes do atraso menstrual, pode ser feito antes do atraso.  Porém, se der negativo, é melhor esperar mais uns dias e repetir novamente. Por quê?  Porque a gente também tem que confiar nos sintomas que o nosso corpo está sentindo,  ou seja, se você está com náuseas, se você está sentindo as mamas  mais sensíveis, se você já está com atraso menstrual, você está sentindo um mal estar,  por que você não vai confiar nos sintomas do seu corpo?  Então, repita o exame. E o importante,  quando você for comprar um exame na farmácia, são algumas dicas que eu vou dar.  Primeiro você precisa ver se este teste, ele é liberado,  ele tem autorização pela Anvisa. Segundo, esse teste ele não está violado,  se é a caixa, ela está em boas condições.  Terceiro, ler a orientação do fabricante de como deve ser feito esse teste  e com quantos dias de atraso. Quarto, avaliar a resposta desse produto.  Se foi um teste que você comprou na farmácia você fez, mas ele não deu resultado nenhum,  nem negativo, nem positivo. É um teste que não é bom.  Ou seja, quando você faz o teste, normalmente ele dá um risquinho, o primeiro risquinho,  ele é o risco do controle, ou seja, o teste está funcionante.  Para saber se é positivo ou negativo, ele tem que dar um segundo risquinho.  Então, dois risquinhos fazem o diagnóstico de gravidez.  Se após cinco minutos não apareceu nenhum risquinho é que esse teste é falho,  você vai precisar fazer um novo.  Vou mostrar como é feito o teste que a gente encontra na farmácia.  Então você coloca a urina  num recipiente.  Pode ser um copinho,  o ideal é que a urina seja a primeira do dia e, se não for a primeira do dia,  que pelo menos você esteja 4 horas sem ir ao banheiro.  O teste que eu vou utilizar é um teste aqui genérico.  Você tirar a capinha dele e você mergulha  no copo com a urina.  Quando você mergulha,  a urina ela vai subindo ali no visor e a gente tem o aparecimento do primeiro risquinho.  E esse primeiro risquinho quer dizer que o teste está funcionando.  Esse teste pede para que espere três minutos para ler o resultado.  Então, a presença de um segundo restinho faz o diagnóstico de gravidez.  Gente, eu não estou grávida! Vocês viram que eu coloquei num copo com água,  e esse teste é só pra mostrar como que é realizado,  como que é a reação química  para se predizer uma gravidez para dizer que o teste de gravidez ele é positivo.  Esse tipo de teste, infelizmente, é vendido na internet e ele sempre dá positivo,  mas eu utilizei ele só como demonstração.  E o teste de laboratório? O teste de laboratório,  ele avalia a presença do beta HCG e ele tem uma avaliação quantitativa, ou seja,  ele vai dar um determinado número e existe uma tabela nos laboratórios  que, dependendo do valor que ele dá, a gente sabe mais ou menos de quantas semanas  a mulher está grávida. E a partir de quanto tempo dá para se realizar  o teste de laboratório?  Esse teste,  ele pode ser realizado a partir de uma semana após a relação sexual desprotegida.  Ele já dá um resultado positivo. E se der negativo e eu estou grávida?  Alguns resultados, eles podem dar indeterminada, ou seja,  ele está abaixo do nível de referência do laboratório.  Porém, se ele for feito  muito precocemente, ele pode estar ali pegando uma gravidez inicial evolutiva.  Então, o ideal é que  se em uma semana deu indeterminado, espere mais dois dias e faça novamente,  porque como a gente já conversou o beta HGC, ele duplica a cada 24 a 48 horas.  Então esse valor de beta HCG, ele  vai aumentar. Agora, algumas particularidades do teste de gravidez,  ele também é realizado para  acompanhamento de mola idatiforme e também para acompanhamento de uma gravidez  evolutiva ou não.  Ou seja, quando a mulher está grávida e tem um sangramento, faz ultrassom  e nesse ultrassom visualiza um saco gestacional  que não está bem implantado,  que a gente indica que a mulher, ela colha no laboratório o Beta HCG  a cada dois dias, para a gente ver que está evoluindo os seus níveis ou diminuindo.  Assim, a gente pode predizer que essa gravidez vai pra frente  ou se ela vai ter um abortamento.  Uma curiosidade do beta HCG quando ele é pedido para homens  e ele dá positivo,  ele pode dar um indício de que esse homem possa ter um câncer de testículo.  É engraçado pensar em um homem  fazendo teste de gravidez, mas na urologia esse teste é utilizado não para diagnóstico,  porque se ele der negativo, ele não descarta um câncer de testículo.  Porém, quando ele é positivo,  ele pode dar um diagnóstico e ele é usado para acompanhamento do tratamento da doença.  E se você gostou do nosso vídeo, inscreva-se aqui no nosso canal, dê o seu like  ell ative o sininho de notificação! 

 

O que levar em conta na hora de comprar e usar um teste de gravidez

A eficácia dos testes disponíveis nas farmácias depende das condições apresentadas pelo produto e também da forma com que eles são utilizados. São fatores que podem influenciar no resultado e aos quais a mulher deve ficar atenta. Ao comprar o seu teste, verifique:

  • Prazo de validade;
  • Certificação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária);
  • Condições físicas da embalagem. O produto deve estar intacto;
  • Resposta do produto. Todos os testes devem apresentar um resultado, seja ele positivo ou negativo. Quando não mostra absolutamente nada é porque houve algum erro;

Além disso, é importante seguir algumas orientações quanto ao manuseio e realização do teste. Por exemplo:

Faça o teste no dia certo

Como vimos, logo depois da menstruação já é possível detectar o HCG. Mesmo assim, a concentração do hormônio pode variar de acordo com cada mulher. Se o resultado for negativo e a sua menstruação ainda não veio, refaça o teste.

Use a primeira urina do dia

Realize o teste quando fizer o primeiro xixi logo de manhã. Os níveis de HCG estão mais concentrados nesse momento e há mais chances de obter um resultado realmente preciso.

Siga as instruções do produto

Apesar de serem parecidos na forma de execução, é importante observar as orientações de cada teste e segui-las minuciosamente, principalmente no que diz respeito ao tempo de espera do resultado. 

Será que estou grávida?

O teste de gravidez de farmácia é muito interessante para detectar a gravidez em estágio precoce, logo que a menstruação atrasar. Mas, ele não é o único. Existem alguns sinais que o corpo da mulher apresenta quando a fecundação acontece. São eles:

  • Mamas maiores e mais doloridas;
  • Cólicas abdominais leves;
  • Sonolência ao longo do dia;
  • Cansaço sem motivo aparente;
  • Aumento da libido;
  • Aumento do apetite;
  • Idas frequentes ao banheiro para urinar;
  • Alterações na secreção vaginal;
  • Enjoos, vômitos e náuseas;
  • Queda da pressão arterial.

Vale lembrar que o exame de sangue é ainda mais eficiente do que o teste de farmácia no diagnóstico precoce da gravidez, podendo ser realizado, inclusive, antes da menstruação atrasar. 

Caso a mulher tenha mantido relações sexuais sem preservativo durante o período fértil e desconfie de uma gravidez, o exame de sangue é o mais indicado para acabar com a ansiedade e descobrir de uma vez por todas se está ou não no início de uma gestação.

O teste de gravidez de farmácia é um produto fácil de encontrar. Está disponível em qualquer farmácia e com preços muito acessíveis. Pode ser feito em casa, sem interferência ou indicação médica. Todas as vantagens fazem com que ele seja um produto muito consumido. Mas, não precisa se preocupar em escolher o melhor teste. Qualquer tipo adquirido vai atender às suas necessidades e expectativas. 

 

No início da gravidez, muitas mulheres podem sentir sonolência e cansaço durante o dia devido ao aumento da progesterona, que ajuda a manter a gravidez no útero. No entanto, a intensidade desses sintomas varia de pessoa para pessoa. Algumas mulheres também podem experimentar náuseas, que também são causadas pelo aumento da progesterona. As náuseas podem ser leves ou graves e podem variar durante a gravidez. Alterações nos seios, como inchaço e sensibilidade, também são comuns no início da gravidez. Algumas mulheres podem sentir um aumento da fome ou alterações no paladar, enquanto outras podem sentir mudanças de humor ou alterações na frequência das necessidades de ir ao banheiro. É importante lembrar que os sintomas de início de gravidez variam de pessoa para pessoa e que é sempre importante falar com um profissional de saúde se tiver dúvidas ou preocupações.

Olá! Hoje nós vamos conversar um pouquinho sobre  os sintomas de inicio de gravidez.  Muitas mulheres que se vêem grávidas chegam  ao consultório e perguntam: “Doutora, mas eu não  estou sentindo o que a minha amiga sentia!” ou  “Eu não estou sentindo que eu senti na  primeira gravidez.  “Será que eu estou grávida mesmo?”  “Será que minha gravidez ela está evoluindo  bem? Eu estou com receio!” ou quando  está passando muito mal, com muita  náusea, “Tem alguma coisa errada na minha  gravidez? Porque estou passando muito mal!”  Então vamos conversar um pouquinho sobre os  sintomas do início da gravidez.  A maioria das mulheres,  elas têm muito sono e porquê é que ocorre  esse aumento do sono no início?  No início, a gente tem um aumento exagerado  da progesterona, então essa progesterona é  aumentada para ajudar a manter a gravidez  dentro do útero. Mas a gente sabe que a  progesterona aumenta o sono, então a maioria das  mulheres, elas podem ter uma sonolência, um  cansaço maior durante o dia.  Todas vão ter?  Não são todas que vão ter.  Por quê? Porque depende muito da  bioindividualidade de cada um.  Às vezes, eu tenho mais sono e eu fico com  mais sono normalmente  e se eu ficar grávida, vou ficar com mais sono  ou eu não tenho tanto sono,  sou uma pessoa do dia mesmo, que eu fique um  pouquinho mais sonolenta, eu sou mais ativa e  vou ficar ativa durante o dia.  Então é difícil falar que todas vão ficar  sonolentas. Existe essa probabilidade grande  de ficar, mas cada mulher uma, cada  organismo age de uma maneira,  então a gente não pode generalizar. Náuseas, as  náuseas também acontecem pelo aumento da  progesterona. Depende muito de mulher para  mulher. Tem mulher que atura muito bem  náusea e tem mulher que a náusea é  insuportável e essa náusea ela não é assim  em todas as mulheres que acontece e depende  muito de cada fase da gestação.  O comum é que ocorra no início, mas não é na  primeira semana, às vezes não é na segunda  semana. Às vezes, ela tem uma semana com  náusea e não tem mais ou tem mulheres que já  se vêem grávidas e já ficam causadas do  início até o terceiro mês.  O que se sabe é que em estudo populacional,  quando se tem náusea, a partir do terceiro  mês, essa náusea ela diminui.  Normalmente, ela cessa e aí a náusea começa  novamente lá no fim da gravidez no terceiro  trimestre. Mas é muito individualizado de  mulher para mulher. Algumas pacientes  reclamam de alterações nas mamas, as mamas  ficam mais inchadas, as mamas ficam mais  doloridas, é por alteração hormonal é normal.  Normalmente, as mulheres que estão numa  segunda ou terceira gravidez, elas sentem  esses sintomas muito antes das  outras mulheres, que elas já tiveram essa  alteração hormonal na primeira gravidez.  Cólica! A cólica é muito comum no início  da gravidez, vão ocorrer as alterações  hormonais iniciais dessa gravidez, o útero  ele vai se distendendo, ele vai responder a  essas alterações hormonais e a mulher ela  tem uma sensação de cólica.  É normal ter cólica? É normal! Quando eu devo  me preocupar com a cólica? Quando ela está  associada à dor para urinar e sangramento.  Aí é importante procurar um médico para  avaliar se está com uma infecção urinária  associada ou se está com um descolamento da  placenta, se está com um sangramento de colo  de útero ou até mesmo tem um abortamento.  Outro sintoma da gravidez também pode ser  uma dificuldade respiratória mais leve com o  aumento da frequência cardíaca não  exagerada. Por quê?  Porque na mulher aumenta o débito cardíaco,  aumenta esse sangue circulante, ela fica  com uma sensação de estar mais taquicardia  mesmo, o coração pulsando um pouquinho mais  forte. Além disso aí já não são tanto  sintomas da gravidez, mas o que a mulher ela  tem que tomar cuidado durante a gravidez.  As mulheres grávidas, elas têm uma ativação  dos melanócitos que são aquelas células de  pigmentação da pele.  É muito importante que na gravidez faça-se o  uso de protetor solar, principalmente no  rosto, porque nessa fase a mulher se tomar  sol ela está mais propensa a formação de  melasma, que são aquelas manchas marrom usadas no  rosto. E uma alteração boa que acontece na  gravidez é que o cabelo ele cresce  mais rápido e ele fica mais cheio, ele fica  mais bonito, mais brilhoso.  Isso é uma alteração muito boa que ocorre durante a  gravidez, então o ideal é cuidar dos cabelos  durante a gravidez, porque quando o neném  nasce, depois com a amamentação os cabelos  tende a cair um pouquinho, mas o seu médico  depois do parto e depois que o neném nascer, ele vai  indicar um tratamento para o cabelo não cair  tanto. Se você gostou do nosso vídeo,  inscreva se no nosso canal, dê o seu like  e ative o sininho de notificações. 

Marcações:
nv-author-image

Dra. Juliana Amato

Líder da equipe de Reprodução Humana do Fertilidade.org Médica Colaboradora de Infertilidade e Reprodução Humana pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-graduado Lato Sensu em “Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida” pela Faculdade Nossa Cidade e Projeto Alfa. Master em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva. Titulo de especialista pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e APM (Associação Paulista de Medicina).

>
error: Alert: Content selection is disabled!!

Dicas para conseguir engravidar

Receba o livro definitivo de tratamento para casais que desejam engravidar

Ao baixar o livro você concorda com nossos termos