Existe uma estimativa de custos de um tratamento de fertilidade?

Estimativa de custos de um tratamento de fertilidade

Quando um casal decide buscar ajuda para engravidar surgem diversas dúvidas sobre os tratamentos de fertilidade, como quais são os tipos oferecidos pelas clínicas, quanto tempo eles podem durar e quanto custam.

Em relação ao valor do tratamento, não é possível definir um custo fixo para ele, porque existem muitas variáveis envolvidas que influenciam no preço da atividade. Sendo assim, o que os casais podem fazer é uma estimativa considerando todos os elementos que podem ser necessários em um tratamento de fertilidade.

Por isso, a seguir, vamos listar todas as variáveis que devem ser consideradas por você e seu parceiro na hora de fazer os cálculos.

Variáveis que devem ser consideradas em uma estimativa de custos

Exames e consultas

Antes de iniciar um tratamento de fertilidade, você e seu parceiro precisam fazer alguns exames para descobrir qual é a causa da esterilidade e, assim, encontrar o procedimento mais adequado para o caso.

Além disso, é necessário consultar médicos especialistas, como ginecologistas e urologistas, para conferir se vocês estão saudáveis e aptos para iniciar um tratamento de fertilidade.

Sendo assim, se tiverem um plano de saúde, vocês devem conferir se ele cobre as consultas e os exames pedidos pelos profissionais. Caso não tenham ou o plano não cubra tudo, é preciso adicionar os custos dos exames e consultas em sua estimativa.

Esse valor pode variar bastante, porque vai depender do valor cobrado pelos profissionais e dos exames solicitados, que podem ser diferentes em cada caso.

Medicamentos

A maior parte dos tratamentos de fertilidade demandam que a mulher tome medicamentos para induzir a sua ovulação e aumentar as chances de gravidez no procedimento escolhido.

Mas, os remédios indicados pelo médico vão variar de acordo com o tratamento, além das suas particularidades e de seu parceiro. Eles podem ser, por exemplo, orais ou injetáveis, de diferentes fabricantes e com componentes distintos.

Ainda, a quantidade de medicamento receitada pode mudar novamente conforme as suas necessidades. Então, o custo com medicamentos varia bastante, podendo ir de R$ 1.000,00 até R$ 8.000,00.

Definido causa e estratégia de tratamento é possível chegar num valor mais próximo do valor final, mas esteja sempre preparada para possíveis eventualidades.

Valor do procedimento

Atualmente, existem diversos tratamentos de fertilidade, sendo que alguns são mais simples e outros mais complexos. Alguns possuem poucas etapas, por exemplo, e demandam serviços mais básicos.

Já outros, como a fertilização in vitro (FIV), têm mais etapas, necessitam de equipamentos mais tecnológicos e processos mais trabalhosos para serem bem-sucedidos. Por isso, o valor dos procedimentos também varia bastante.

Abaixo, listamos algumas etapas dos principais tratamentos de fertilidade que interferem em seus custos:

Indução da ovulação

A indução da ovulação é um dos tratamentos mais simples de fertilidade, porque ele tem poucas etapas e a fecundação é feita por meio do coito programado. Sendo assim, o seu valor costuma ser mais baixo que o de outros procedimentos.

Nele, é necessário comprar os medicamentos para induzir a ovulação, fazer o monitoramento da ovulação e programar as relações sexuais para que as chances de gravidez aumentem consideravelmente. Então, os custos na indução da ovulação são basicamente com os medicamentos e com o acompanhamento do profissional especializado em reprodução humana.

Inseminação artificial intrauterina

A inseminação artificial intrauterina já é um pouco mais complexa que a indução da ovulação, porque nesse tratamento os espermatozoides são colocados diretamente no útero da mulher para que encontrem o óvulo e haja uma fecundação de forma natural.

Os espermatozoides injetados no útero podem ser do parceiro ou de um doador, dependendo da causa da esterilidade do casal. Caso eles sejam de seu parceiro, vocês vão precisar adicionar à estimativa os custos da coleta de sêmen, além da seleção dos melhores espermatozoides e do processo de inseminação.

É preciso lembrar que na inseminação, o médico também lhe acompanha para conferir como está a indução da ovulação e ela exige que o profissional tenha equipamentos de qualidade. Esses itens vão aumentar o custo final do tratamento, pois o médico precisa cobrar seu honorário e fazer a manutenção dos equipamentos.

Fertilização in vitro

Esse tratamento é considerado o mais complexo dos 3 listados, porque nele a fecundação do óvulo e do espermatozoide é feita em um meio de cultura. Dessa forma, além dos medicamentos para a indução da ovulação, esse procedimento ainda exige a coleta de óvulos, de sêmen, a manipulação deles para realizar a fecundação e a transferência do embrião para o útero.

Todos esses processos geram custos, já que demandam mão-de-obra e equipamentos da clínica de fertilidade escolhida. Na fertilização in vitro ainda é realizado o congelamento de óvulos, sêmens e embriões após a finalização do procedimento.

Ele é feito com os elementos que sobram da primeira tentativa para que, caso seja necessário fazer uma segunda tentativa, não seja necessário fazer a coleta ou a fecundação novamente. O congelamento de óvulos, sêmen ou embriões é um item que aumenta o valor do tratamento, porque custa em torno de R$ 2.500,00 e ainda é necessário pagar pelo armazenamento mensalmente.

Se não for necessário realizar uma segunda tentativa, os itens podem ser doados para outras pessoas ou eles podem continuar armazenados para uma segunda gravidez no futuro.

Custo da equipe especializada

Em sua estimativa de custo, ainda é necessário adicionar o custo da equipe especializada que será responsável pelo tratamento. Esse valor pode variar muito de acordo com a experiência dos profissionais, a possibilidade do uso do reembolso médico, o procedimento que será realizado e até a região em que se encontra a clínica. O honorário da equipe pode ir de R$ 5 mil, por exemplo, a R$ 15 mil dependendo dessas variáveis.

Como você pode perceber, o valor de um tratamento de fertilidade pode mudar bastante de um caso para o outro. Por isso, o mais indicado para saber quanto custaria esse serviço para você e seu parceiro é marcar uma consulta com um profissional.

Assim, ele pode analisar o caso de vocês, descobrir a razão da esterilidade, qual é o tratamento mais adequado e fazer uma estimativa mais próxima do custo real. 

Se você ainda não conhece um profissional especializado em reprodução humana, marque uma consulta conosco para que possamos lhe ajudar a fazer uma estimativa de custos e a realizar um tratamento de fertilidade de qualidade. 

YouTube video

 

nv-author-image

Dra. Juliana Amato

Líder da equipe de Reprodução Humana do Fertilidade.org Médica Colaboradora de Infertilidade e Reprodução Humana pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-graduado Lato Sensu em “Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida” pela Faculdade Nossa Cidade e Projeto Alfa. Master em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva. Titulo de especialista pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e APM (Associação Paulista de Medicina).