Pular para o conteúdo
Espermograma

Espermograma

Saiba tudo sobre o espermograma, o que é esse exame e como é feito.

Nesse post você vai encontrar informações importantes que precisa saber sobre o espermograma.

Portanto, se você tem curiosidade de saber o que é, ou até sabe, mas, tem dúvidas, então com certeza esse post será útil.

Confira abaixo o que você precisa saber sobre o exame espermograma.

Sumário

O que é espermograma?

O espermograma é um exame utilizado para avaliar a fertilidade masculina.

Além disso, esse exame é feito 60 dias após o procedimento de vasectomia para verificar a ausência de espermatozoides.

Dessa forma é possível avaliar se a vasectomia deu certo.

O espermograma é um exame laboratorial, através dele é possível avaliar a composição do sêmen e a fertilidade masculina.

Através do exame, é verificado se a produção de esperma e de gametas masculinos está baixa ou normal.

Geralmente, em uma investigação para saber se o homem é estéril, o espermograma é um dos primeiros exames a ser solicitado pelo médico especialista em fertilidade.

Como é feito o exame de espermograma

No laboratório, o paciente recebe um recipiente estéril de boca larga, onde deve ser coletada a amostra ejaculada por meio da masturbação, o paciente faz a coleta em uma sala privada.

Acima de tudo, não pode ser utilizado nenhum tipo de gel ou lubrificante e a amostra coletada deve ser de uma única ejaculação.

Além disso, antes da coleta o paciente deve responder um questionário que serve como uma pré análise.

Algumas das perguntas do questionário são: quanto tempo está em abstinência de sexo, se teve algum episódio de febre e se já realizou o exame de espermograma antes.

Depois de receber a amostra será avaliado o tempo de liquefação. Em seguida a amostra será encaminhada para análise, que pode ser por método automatizado ou microscopia.

Então, será observada a qualidade do sêmen seguindo alguns critérios definidos pela OMS, organização mundial da saúde.

Além disso, será avaliada a quantidade de sêmen.

Em quantos dias sai o resultado

O resultado do exame de espermograma sai rápido.

Sendo mais ou menos em 24 a 48 horas após a coleta da amostra.

Mas, geralmente, após 15 dias é feito um novo exame para comparar os resultados, dessa forma, se os resultados forem semelhantes, há um diagnóstico.

O que não pode fazer antes do exame de espermograma?

Não pode ter mais de 2 semanas sem ter relação sexual ou masturbar-se.

Além disso, deve ficar sem se masturbar ou ter relação sexual de 2 a 7 dias antes da coleta da amostra de sêmen, geralmente o médico informa quantos dias de abstinência sexual será necessário.

Os cuidados anteriores são necessários para que a amostra coletada tenha uma boa qualidade.

Além disso, não deve consumir nenhuma bebida alcoólica antes de realizar a coleta.

Caso faça uso de algum medicamento, deve ser informado no laboratório.

Quando é indicado fazer o exame de espermograma

A maioria conhece ou ouve falar sobre o exame de espermograma para investigar infertilidade masculina, porém existem algumas outras situações em que é indicado realizar o exame de espermograma.

Por exemplo, em caso de varicocele que são varizes de bolsa escrotal ou após a reversão do procedimento de vasectomia.

Em caso de infecção ou inflamação do testículo, para monitorar pacientes que fazer uso de alguns tipos de medicamentos. Em caso de ejaculação retrógrada, para avaliar o sistema reprodutor masculino. E para avaliar o risco ocupacional na área de radiologia, em caso de alguns tipos de doenças genéticas e endócrinas.

Riscos e contraindicações

O espermograma não envolve complicações ou riscos, é um simples exame de coleta e análise laboratorial.

Além disso, não existem contraindicações, qualquer homem em idade reprodutiva pode fazer o exame de espermograma.

Acima de tudo, qualquer dúvida sobre o exame de espermograma, seja antes ou depois do procedimento, pode ser sanada pelo seu médico.

O seu médico também é capaz de saber se é necessário ou não que você faça o exame de acordo com o seu quadro clínico e o que deseja investigar.

Já que, como dito anteriormente, não é somente para investigar se o homem é infértil que o espermograma é utilizado.

Quais doenças podem diminuir a produção de espermatozoides no homem?

Existem várias condições que podem afetar a produção de espermatozoides no homem, incluindo:

Infecções: algumas infecções, como gonorreia, clamídia e HIV, podem afetar a produção de espermatozoides.

Doenças genéticas: algumas doenças genéticas, como a síndrome de Klinefelter, podem afetar a produção de espermatozoides.

Doenças hormonais: problemas com as glândulas hormonais, como a hipogonadismo, podem afetar a produção de espermatozoides.

Cirurgias: algumas cirurgias, como a vasectomia ou cirurgias nos testículos ou próstata, podem afetar a produção de espermatozoides.

Exposição a substâncias tóxicas: a exposição a certas substâncias, como pesticidas, solventes e metais pesados, pode afetar a produção de espermatozoides.

Estilo de vida: fatores de estilo de vida, como tabagismo, sedentarismo, obesidade.

Além das condições mencionadas, a exposição a altas temperaturas, como banhos quentes frequentes ou uso prolongado de saunas, pode afetar a produção de espermatozoides. Também é importante lembrar que o envelhecimento pode levar à diminuição da produção de espermatozoides. É importante consultar um médico se você estiver preocupado com a produção de espermatozoides ou se tiver dificuldade para conceber.

Cuidados depois do exame

Como dito anteriormente, se trata de um simples exame de análise e coleta.

Portanto, após realizar o exame, o homem pode voltar a sua rotina normal.

Não é necessário nenhum cuidado específico após a realização do exame.

Dra. Juliana Amato

O que você achou?

/ 5 Resultado Votos

Your page rank:

nv-author-image

Dra. Juliana Amato

Líder da equipe de Reprodução Humana do Fertilidade.org Médica Colaboradora de Infertilidade e Reprodução Humana pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-graduado Lato Sensu em “Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida” pela Faculdade Nossa Cidade e Projeto Alfa. Master em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva. Titulo de especialista pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e APM (Associação Paulista de Medicina).

>
error: Alert: Content selection is disabled!!

Dicas para conseguir engravidar

Receba o livro definitivo de tratamento para casais que desejam engravidar

Ao baixar o livro você concorda com nossos termos