Pular para o conteúdo
idosa gravida?

Qual a melhor idade para engravidar?

Qual a melhor idade para engravidar?

Você sabe qual a melhor idade para engravidar?

E porque existe uma idade considerada a melhor para engravidar?

Nesse artigo vou contar qual a melhor idade para engravidar, riscos da gravidez considerada tardia e tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Portanto, se você está pensando em engravidar e quer se programar para essa gravidez, com certeza esse artigo será útil.

Qual a melhor idade para engravidar?

Qual a melhor idade para engravidar? Existe uma idade certa para engravidar? Qual o melhor momento? Essas são as principais dúvidas que surgem, principalmente quando a mulher começa a pensar em ter filhos.

Além disso, como existem alguns casos de mulheres engravidando com 50 anos, surge aquela dúvida se é possível para todas e como é possível.

Mas, a verdade é que com 50 anos já se torna mais difícil a mulher engravidar, muitas vezes sendo necessário recorrer à fertilização in vitro, além de ter mais riscos. Não se engane com histórias de famosas que engravidaram mais tarde, muitas vezes a verdade completa não foi contada.

Quando ocorre a primeira menstruação já começa a contagem de óvulos da mulher e a cada mês esses óvulos vão diminuindo.

Por volta de 35 anos a mulher passa a ter um terço da quantidade de óvulos que tinha quando menstruou pela primeira vez.

Por esse motivo, a melhor idade para engravidar é até os 35 anos.

Além disso, após os 37 a 39 anos já se torna mais difícil engravidar, pois, nessa fase da vida a mulher já gastou uma boa parte da sua reserva ovariana, os óvulos já se tornam mais envelhecidos.

Acima de tudo, uma gravidez acima dos 40 anos tem riscos.

YouTube video

 

Riscos de engravidar depois dos 40 anos.

Como dito anteriormente, engravidar depois dos 40 anos tem riscos.

Alguns dos riscos são:

  • Diabetes gestacional.

Na diabetes gestacional é causado um aumento da resistência insulínica, essa resistência pode gerar hiperglicemia, que é o aumento do açúcar no sangue.

Além disso, aumenta os riscos da mulher desenvolver diabetes no futuro e ou ter um quadro de pré-eclâmpsia.

  • Hipertensão.

A hipertensão na gravidez quando não acompanhada e tratada aumenta os riscos da grávida de ter pré-eclâmpsia ou até evoluir para a eclâmpsia.

Após os 40 anos as chances de um aborto espontâneo são maiores.

Em média até 25% das gestações em que a mãe tem mais de 40 anos acabam em aborto espontâneo.

  • Distocia funcional.

Para um desenvolvimento adequado do parto normal, é necessário que se tenha contrações intensas, que tenham uma frequência definida e coordenada.

Na distocia funcional o que ocorre é uma alteração na força motriz ou contratilidade uterina durante o trabalho de parto.

  • Partos prematuros.

Em média 15% dos partos em mães com mais de 40 anos são prematuros, geralmente isso acontece devido às complicações na gravidez, por exemplo, a diabetes gestacional.

  • Complicacões com o bebê.

O bebê pode nascer com alguma complicação, a mais comum e comentada é a alteração cromossômica numérica, a síndrome de Down.

Como com o avançar da idade os óvulos ficam mais envelhecidos, a qualidade desses óvulos aumenta o risco de uma disjunção cromossômica.

YouTube video

 

Planeje sua gravidez.

Se você tem vontade de engravidar e se tornar mãe, então planeje sua gravidez.

Quanto mais tarde, menores as chances de engravidar e maiores os riscos.

Portanto, a indicação é engravidar antes dos 35 anos, principalmente se é o seu primeiro filho.

Acima de tudo, é indicado consultar um ginecologista antes de tentar engravidar. Dessa forma você consegue ver como está sua saúde e pedir para analisar a parte de fertilidade, por exemplo, como está a sua reserva ovariana.

Dessa forma, você consegue planejar melhor sua gravidez e não se surpreender no futuro.

Todas as mulheres devem procurar um ginecologista quando desejam engravidar, acima de tudo aquelas que já tem mais de 40 e mesmo com os riscos decidiram engravidar.

A verdade é que independente da sua idade, ter a certeza de que sua saúde está em dia é fundamental antes de engravidar. Assim, caso tenha um problema de saúde você pode se tratar e correr menos riscos durante a gestação.

Além disso, é crucial que a mulher cuide da sua alimentação antes e durante a gravidez, independente da sua idade e também pratique exercícios físicos.

Em resumo, todos esses cuidados devem fazer parte do planejamento da sua gravidez para você ter uma gestação o mais saudável e tranquila possível.

Um médico ginecologista e obstétrico pode te ajudar com alguns cuidados que a mulher deve ter quando está planejando uma gravidez.

Dra. Juliana Amato

nv-author-image

Dra. Juliana Amato

Líder da equipe de Reprodução Humana do Fertilidade.org Médica Colaboradora de Infertilidade e Reprodução Humana pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-graduado Lato Sensu em “Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida” pela Faculdade Nossa Cidade e Projeto Alfa. Master em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva. Titulo de especialista pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e APM (Associação Paulista de Medicina).

>
error: Alert: Content selection is disabled!!

Dicas para conseguir engravidar

Receba o livro definitivo de tratamento para casais que desejam engravidar

Ao baixar o livro você concorda com nossos termos

× Como posso te ajudar? Available from 08:00 to 20:30 Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday