Preservação da fertilidade feminina: video

Preservação da Fertilidade Feminina
A obstetra e ginecologista dra. Juliana Amato explica alguns hábitos importantes que as mulheres devem ter se quiserem aumentar as chances de engravidar. Confira!
 

Preservação da fertilidade feminina

 

Preservação da Fertilidade

Hoje falaremos sobre os hábitos que ajudam o casal a preservar a fertilidade. manter hábitos saudáveis, cuidar do corpo e da mente são peças chaves na manutenção da saúde de qualquer pessoa, assim como da saúde sexual. 

Evitar o cigarro – este contém toxinas prejudiciais ao nosso organismo, além do risco de desenvolver câncer comprometem a qualidade de óvulos e espermatozóides.

Alimentação saudável e Prática regular de exercícios físicos – sabe-se que a obesidade altera os níveis hormonais levando a Síndrome metabólica e dificuldade para engravidar e a magreza excessiva impede a ovulação e com isto as chances de gravidez

Medicamentos – o uso de alguns medicamentos podem afetar a produção de espermatozóides pelo homen e a ovulação na mulher. Converse com seu médico sobre as medicações que usa para uma adequada orientação.

 
***** Transcrição *****
 
 
Olá, meu nome é Juliana Amato, eu sou ginecologista e obstetra da Amato Instituto de Medicina Avançada. E hoje nós vamos conversar um pouquinho sobre a preservação da fertilidade feminina. Então, o que a mulher ela deve tomar cuidado, que a mulher deve se ater para preservar a sua fertilidade. Não fumar, existem estudos mostrando que o tabagismo ele altera e muito a qualidade dos óvulos, assim como ele também altera a qualidade dos espermatozoides. Então o indicado é que se evite o tabagismo. Manter hábitos de vida adequados, como, atividade física regular, uma boa alimentação, evitar ficar alimentos com muito conservante. Muito artificiais, isso também prejudica a qualidade do óvulos. Além disso o que a mulher deve fazer e se ater quando ela chega por volta dos 35 anos. À partir dos 35 anos a nossa fertilidade ela tem uma queda, ou seja, ocorre uma diminuição da qualidade e da quantidade dos óvulos então chegando nessa época da vida dela ela tem que se preocupar em preservar a sua fertilidade através do congelamento de óvulos. Muitas mulheres elas não têm uma perspectiva de 35 anos de quando elas vão ter filhos, normalmente não tem um namorado, não tem um parceiro fixo.  Então o ideal é que elas conversem com o seu ginecologista, conversem com o médico especialista em reprodução assistida, para que isso seja feito. Bom, era isso que eu gostaria de falar com você hoje. Para mais informações acesse nossas redes sociais e curtam no Facebook.

LEIA TAMBÉM:  Escolhas de Nutrição para a Saúde do Coração & Fertilidade Saudável

LEIA TAMBÉM:  Fatores relacionados ao Estilo de Vida e Infertilidade
Marcações:
nv-author-image

Dra. Juliana Amato

Líder da equipe de Reprodução Humana do Fertilidade.org Médica Colaboradora de Infertilidade e Reprodução Humana pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-graduado Lato Sensu em “Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida” pela Faculdade Nossa Cidade e Projeto Alfa. Master em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva. Titulo de especialista pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e APM (Associação Paulista de Medicina).