A primavera é a melhor época para fazer um ciclo de fertilização in vitro?

Melhor época para FIV/ICSI
A primavera é a melhor época para fazer um ciclo de fertilização in vitro?

Seria a época dos patos e coelhos, a melhor entre as outras três para a fertilização in vitro? O estudo de “Variabilidade sazonal na taxa de fertilização de mulheres passando por tratamentos de reprodução assistida,” que foi publicado na edição de julho de 2012 da Endocrinologia Ginecológica, mostrou que para os casais submetidos à FIV com injeção intracitoplasmática de espermatozoide (ICSI), a taxa de fertilização — a união do óvulo com o espermatozoide para formar um embrião — era maior na primavera. Nota: a estação não teve efeito sobre as taxas de gravidez.

Pesquisadores resolveram determinar se a época do ano afeta os resultados do tratamento de reprodução assistida. Eles estudaram 1.932 pacientes submetidas à FIV/ICSI e agruparam por estação, de acordo com o dia da extração do óvulo: inverno (435 pacientes), primavera (444 pacientes), verão (469 pacientes) ou outono (584 pacientes). Todas as pacientes vieram de uma única clínica de fertilidade

Os pesquisadores avaliaram a fertilização 18 horas após a ICSI, que é um procedimento no qual um único espermatozoide é injetado dentro do óvulo. E descobriram que a taxa de fertilização teve um pequeno aumento durante a Primavera:

  • Primavera: 73,5%
  • Verão: 68,7%
  • Outono: 69%
  • Inverno: 67,9%

Os pesquisadores também mediram os níveis de hormônio e observaram que os níveis de estradiol das mulheres eram maiores na primavera; no entanto, as taxas de gravidez não mudaram muito durante as estações do ano, permanecendo em cerca de 33 por cento

 

 

Bibliografia:

Seasonal variability in the fertilization rate of women undergoing assisted reproduction treatments
Daniela Paes De Almeida Ferreira Braga, Amanda Setti, Rita de Cássia Sávio Figueira, Assumpto Iaconelli Jr., and Edson Borges Jr.
Gynecological Endocrinology Vol. 28 , Iss. 7,2012

 

Marcações:
nv-author-image

Dra. Juliana Amato

Líder da equipe de Reprodução Humana do Fertilidade.org Médica Colaboradora de Infertilidade e Reprodução Humana pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-graduado Lato Sensu em “Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida” pela Faculdade Nossa Cidade e Projeto Alfa. Master em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva. Titulo de especialista pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e APM (Associação Paulista de Medicina).