Pular para o conteúdo
Testiculos

Sinais que indicam a infertilidade masculina

Sinais que indicam a infertilidade masculina

A infertilidade do casal pode estar associada a ambos ou apenas a um dos dois. Tanto quanto as mulheres, os homens também possuem problemas de fertilidade. Disfunções na ejaculação, problemas hormonais, alteração no esperma e no tamanho do testículo podem levar à dificuldade de reprodução.

O diagnóstico da infertilidade masculina é de fato dado pelo médico após a realização de alguns exames, mas existem sinais que indicam a infertilidade do homem. Veja abaixo os principais sintomas que devem ser observados quando existe uma suspeita:

0 tamanho e aparência dos testículos:

Quando um deles é muito menor do que o outro, quando há uma massa visível em um deles ou, ainda, quando existem um amontoado de veias aparentes é um sinal de alerta. Além disso, dificuldade de urinar também pode indicar problema testicular. Na existência de distúrbio hormonal, os testículos podem estar muito pequenos e macios. Os problemas que estão relacionados aos testículos geralmente dificultam a produção de esperma. Se, por exemplo, a temperatura está muito quente, o esperma morre. Assim, a fertilidade do homem acaba por ser comprometida.

Problemas hormonais:

Os problemas hormonais também afetam a fertilidade do homem e alteram alguns aspectos visíveis no corpo. A visão pode estar embaçada, podem ocorrer alterações vocais, insônia e irritabilidade, bem como ginecomastia (desenvolvimento da glândula mamária).

Um desequilíbrio hormonal, em geral, interfere na produção de testosterona e esperma, tornando difícil a concepção.

Questões relacionadas com a ejaculação:

Impotência e urina leitosa após a ejaculação podem gerar dificuldades para a concepção.

LEIA TAMBÉM:  Esterilização masculina e feminina (laqueadura/vasectomia)

A urina leitosa, que tem aspecto esbranquiçado ou espumoso, é sinal de ejaculação retrógrada, onde o esperma não sai para fora do corpo, mas vai para a bexiga. Estes problemas causam infertilidade devido ao fato do esperma não chegar à vagina.

LEIA TAMBÉM:  Quais as chances de ter gêmeos na inseminação artificial?

Doenças sexualmente transmissíveis:

Deve-se ter atenção especial quanto às DSTs, pois elas por ventura causam a infertilidade.

Apesar de a infertilidade não ser uma condição contagiosa, sua causa original pode ter sido.

É crucial estar atento a qualquer sintoma de uma DST e evitar na totalidade o contato sexual sem fins reprodutivos sem uso de camisinha.

Todos estes sinais apresentados indicam problemas de saúde que afetam a reprodução.

Nestes casos, a recomendação é procurar um médico urologista e levantar um histórico de saúde do paciente. Com isso, será possível avaliar sua condição para reprodução e, caso seja necessário, implementar um tratamento apropriado.

YouTube video

 

Dra. Juliana Amato

nv-author-image

Dra. Juliana Amato

Líder da equipe de Reprodução Humana do Fertilidade.org Médica Colaboradora de Infertilidade e Reprodução Humana pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-graduado Lato Sensu em “Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida” pela Faculdade Nossa Cidade e Projeto Alfa. Master em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva. Titulo de especialista pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e APM (Associação Paulista de Medicina).

>
error: Alert: Content selection is disabled!!
× Como posso te ajudar? Available from 08:00 to 20:30 Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday