Pular para o conteúdo

Guia de Congelamento de Óvulos: Uma Decisão Estratégica para o Futuro

Muitas mulheres sonham em ser mães, mas preferem se estabilizar profissionalmente e realizar outros objetivos antes de dar esse passo. Com o declínio natural da qualidade e quantidade de óvulos com a idade, o congelamento de óvulos surge como uma solução cada vez mais procurada. Vamos entender melhor esse processo e para quem ele é indicado.

Sumário

O Que é Congelamento de Óvulos?

O congelamento de óvulos é um procedimento onde os óvulos são captados, vitrificados e armazenados em nitrogênio líquido a -196°C. Esse método preserva os óvulos da mulher para uso futuro.

Preparação para o Congelamento

Antes do procedimento, é essencial realizar uma série de exames para avaliar a saúde e a reserva ovariana da paciente. O tratamento começa com a indução da ovulação, onde medicamentos injetáveis são aplicados por cerca de 10 a 12 dias para estimular os ovários a produzirem mais óvulos em um ciclo.

Captação dos Óvulos

A coleta dos óvulos é realizada sob sedação, utilizando uma agulha acoplada a um ultrassom endovaginal. Os óvulos maduros, capazes de serem fertilizados, são então congelados.

Para Quem é Indicado o Congelamento de Óvulos?

Este procedimento é recomendado para:

     

      • Mulheres que desejam adiar a maternidade.

      • Pacientes oncológicas, antes de tratamentos que podem afetar a reserva ovariana, como quimioterapia.
    LEIA TAMBÉM:  Inseminação Artificial: Um Caminho para a Realização do Sonho da Maternidade

      • Mulheres que precisam remover os ovários ou passarão por tratamentos que podem comprometer a reserva ovariana.

    Idealmente, é recomendado realizar o congelamento até os 35 anos para garantir melhor qualidade dos óvulos.

    Diferença Entre Congelamento de Óvulos e Embriões

    É importante entender a diferença entre congelar óvulos e embriões. O congelamento de óvulos preserva o gameta feminino, enquanto o de embriões envolve o óvulo já fecundado. O congelamento de óvulos oferece mais autonomia reprodutiva, pois a fertilização in vitro só ocorre quando a mulher decide engravidar.

    Prazo para Manter os Óvulos Congelados

    Os óvulos podem permanecer congelados por tempo indeterminado. Contudo, é aconselhável realizar a fertilização in vitro até os 50 anos, devido aos riscos associados à gestação em idades mais avançadas.

    Vale a Pena Fazer o Tratamento?

    Cada caso é único e deve ser avaliado individualmente. Conversar com um ginecologista de confiança é crucial para entender suas chances de gravidez no futuro. Por exemplo, a probabilidade de gravidez para uma mulher que congelou seus óvulos aos 35 anos e tenta engravidar aos 40 é significativamente maior do que se ela não tivesse congelado os óvulos.

    Considerações Finais

    O congelamento de óvulos é uma opção que oferece às mulheres mais controle sobre seu planejamento reprodutivo, permitindo-lhes adiar a maternidade sem a pressão do relógio biológico. É fundamental discutir todas as opções, benefícios e limitações com um especialista para tomar uma decisão informada e alinhada com seus objetivos pessoais e de saúde.

    LEIA TAMBÉM:  A Influência da Alimentação no Desejo Sexual e na Saúde Íntima

    O que você achou?

    0 / 5 Resultado 0 Votos 0

    Your page rank:

    Dra. Juliana Amato

    Dra. Juliana Amato

    Líder da equipe de Reprodução Humana do Fertilidade.org Médica Colaboradora de Infertilidade e Reprodução Humana pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-graduado Lato Sensu em “Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida” pela Faculdade Nossa Cidade e Projeto Alfa. Master em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva. Titulo de especialista pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e APM (Associação Paulista de Medicina).

    >
    error: Alert: Content selection is disabled!!