fbpx Tratamentos para mulheres | Reprodução Humana e Fertilidade

Clínica de Fertilidade e Reprodução Humana. Tel: (11) 5053-2222 Av. Brasil 2283. São Paulo. e-mail

Tratamentos para mulheres

para a Mulher

Se os seus ovários não estão produzindo óvulos normalmente você deve ser indicada para tratamento para estimulá-los a produzir óvulos. Isso é conhecido como indução de ovulação. O tipo de tratamento que você precisa irá depender do que está causando o problema.

Síndrome dos ovários Policísticos

Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é uma condição comum onde seus ovários contêm mais óvulos que o normal, mas você não ovula regularmente.

Síndrome dos ovários policísticos e perda de peso

Se você tem síndrome dos ovários policísticos e você é obesa (seu IMC é de 30 ou acima), perder peso pode reiniciar a ovulação e melhorar as suas chances de engravidar sem precisar de nenhum tratamento adicional. Se você precisar tomar medicamentos de fertilidade, perder peso irá melhorar como seus ovários respondem à esses medicamentos.

Se você tem síndrome de ovários policísticos devem ter sido oferecidos medicamentos chamados citrato de clomifeno ou metformina para ajudar você a começar a ovular. Você pode ter recebido um desses medicamentos ou ambos juntos. Se você está tomando citrato de clomifeno, você deve tomar por um máximo de 6 meses para ver se ele irá ajudar. Mas o uso dessas medicações deve ser acompanhada por especialista em reprodução humana.

Se lhe for oferecido tratamento com metformina, seu médico deverá explicar que isso pode causar efeitos adversos, como náusea, vômitos ou outros sintomas digestivos.

Citrato de clomifeno e metformina não funcionam para todo mundo e não devem ser tomados sem acompanhamento especializado. Se eles não ajudarem, você será indicada a fazer tratamento com gonadotrofinas. No entanto, seu médico deve explicar o risco aumentado de gestações múltiplas e síndrome de hiperestimulação ovariana antes que você decida iniciar esse tratamento (veja riscos dos medicamentos de fertilidade).

Um tratamento alternativo para a síndrome dos ovários policísticos é a chamada perfuração ovariana laparoscópica, que é um procedimento cirúrgico que envolve um anestésico geral e uma laparoscopia. Isso pode funcionar tão bem quanto o tratamento com gonadotrofinas, mas não precisa de monitoramento por ultrassom e não aumenta o seu risco de gestações múltiplas.

Seu médico deve falar mais sobre os riscos, benefícios e efeitos adversos de todos esses tratamentos para síndrome de ovários policísticos e métodos de indução de ovulação antes de você decidir tentá-los.

Riscos dos medicamentos de fertilidade

Gestações Múltiplas

Indução de Ovulação usando gonadotrofinas ou citrato de clomifeno aumenta a sua chance de engravidar com mais de um bebê (uma gravidez múltipla). Gestações múltiplas carregam riscos de saúde maiores para você e seus bebês. Os bebês são propensos a serem prematuros e terem baixo peso ao nascerem. Para reduzir o risco de gestações múltiplas, sua resposta a esses medicamentos deve ser monitorada por ultrassom durante o tratamento.

Síndrome de Hiperestimulação Ovariana

Existe um risco de que os seus ovários 'hiper reajam' aos medicamentos de fertilidade, mais conhecido como síndrome de hiper estimulação ovariana. Sintomas leves, incluindo inchaços e náuseas, são relativamente comuns, mas síndromes severas de hiper estimulação ovariana pode ser uma condição séria. Você deve ser monitorado por ultrassom para essa condição durante sua indução de ovulação.

Segurança a longo prazo na indução de ovulação

Não são conhecidos quaisquer riscos para a saúde (incluindo riscos de câncer) diretamente associados com o uso de medicamentos de fertilidade para indução de ovulação em mulheres ou em crianças nascidas como resultado do tratamento. No entanto, mais pesquisa é necessária para a segurança a longo prazo. Seu médico deve dar a você informações atualizadas de segurança antes que você comece o seu tratamento. Eles devem também limitar as medicações usadas na indução de ovulação para a dose efetiva mais baixa e ao período de utilização.

Outros distúrbios de ovulação

Se você tem um distúrbio de ovulação com baixos níveis de hormônios gonadotróficos e você tem baixos níveis de estrogênio (o hormônio sexual feminino), isso é muitas vezes devido ao baixo peso corporal ou quantidades excessivas de exercícios. Aumentando seu peso corporal (se o seu IMC é abaixo de 19) e diminuindo os seus exercícios pode ser o suficiente para reiniciar a ovulação. Para ajudar você a ovular, podem lhe ser oferecidas gonadotrofinas, ou um tratamento chamado hormônio liberador de gonadotrofina pulsátil, no qual o medicamento é dado gradualmente através de uma bomba para imitar a entrega natural de gonadotrofinas pelo corpo.

Se você tem um distúrbio chamado hiperprolactinemia deve lhe ser oferecido tratamento com um tipo de medicamento conhecido como agonista da dopamina, como a bromocriptina. Seu medico deve discutir com você a segurança dos agonistas da dopamina para mulheres que pretendem engravidar.

Se as duas trompas de falópio estão bloqueadas

Se você tem trompas de falópio bloqueadas, pode ser oferecido a você cirurgia para corrigir se o bloqueio não for grave.

Se as suas trompas de falópio estão bloqueadas e inchadas (uma condição conhecida como hidrossalpinge), deve ser oferecido à você a escolha de ter suas trompas removidas através da laparoscopia antes da FIV. Isso aumenta as suas chances de uma gravidez bem-sucedida através da FIV, mas isso significa que você nunca será capaz de conceber naturalmente no futuro.

Endometriose

Endometriose é uma condição onde as células como as do revestimento do útero são encontradas em outras áreas da pélvis. Endometriose pode causar dor e pode causar dano às trompas de falópio e aos ovários. A endometriose pode ser leve, moderada ou severa.

Se você tem uma laparoscopia que mostra que tem endometriose, pode ser indicado operação para remover ou destruir a endometriose e aumentar as suas chances de engravidar. Depois dessa cirurgia você não deve passar por tratamentos com hormônios porque isso não ajudará a sua fertilidade.

Seu médico pode lhe dar mais informação sobre opções de tratamento de fertilidade se você tem endometriose moderada ou grave. Se você tem endometriose leve, deve tentar engravidar através de relações sexuais regulares por um total de 2 anos (isso pode incluir 1 ano de tentativas antes de você fazer seus exames de fertilidade). Se você não engravidar depois desse período, provavelmente será indicada a FIV.

O que você achou deste conteúdo?: 
0
No votes yet

Dra. Juliana Amato: Especialista em Reprodução Humana

Dra. Juliana Amato
Ginecologista, Obstetra. Chefe da Reprodução Humana do Instituto Amato
Tratamento de Infertilidade em Laboratório de Reprodução Humana(11) 5053-2222
Tudo sobre tratamento da infertilidade. Ajuda para Engravidar.
www.fertilidade.org
Clínica de Reprodução Humana: Ajuda para engravidarAv Brasil, 2283, São Paulo, SP
FacebookTwitterYoutubeLinkedin