fbpx Fatores Ambientais e Ocupacionais que interferem na fertilidade | Reprodução Humana e Fertilidade

Clínica de Fertilidade e Reprodução Humana. Tel: (11) 5053-2222 Av. Brasil 2283. São Paulo. e-mail

Fatores Ambientais e Ocupacionais que interferem na fertilidade

Risco ambiental

A habilidade para conceber pode ser afetada pela exposição a várias toxinas ou substâncias químicas no local de trabalho ou no ambiente circundante. Substâncias que podem causar mutações, defeitos de nascimento, abortos, infertilidade ou esterilidade são chamadas toxinas reprodutivas. 
Desordens de infertilidade, reprodução, aborto espontâneo e teratogênese (processo no qual malformações congênitas são produzidas em um embrião ou feto) estão entre as dez mais citadas doenças ou desordens relacionadas ao trabalho nos EUA hoje. Ao contrário do fato de que existe uma considerável controvérsia em relação aos impactos das toxinas na fertilidade, 4 substâncias químicas estão agora sendo reguladas baseadas na sua documentada interferência na concepção.

1.    CHUMBO
Exposição a fontes de chumbo tem sido relacionada a um negativo impacto na fertilidade em humanos. O chumbo pode produzir teratozoospermias (espermatozoides anormais) e se acredita que possa ser um abortivo ou substância que cause um aborto artificial.

2.    MATERIAIS E TRATAMENTOS MÉDICOS
Exposição repetida à radiação, desde simples tomadas radiográficas, até a quimioterapia têm sido mostrados como fatores alteradores na produção de espermatozoides, assim como contribuintes em uma grande gama de problemas ovarianos.

3.    ÓXIDO DE ETILENO
Uma substância química usada tanto na esterilização de instrumentos cirúrgicos como na manufatura de certos pesticidas, o óxido de etileno pode causar defeitos de nascimento em casos de gravidez precoce e tem o potencial de provocar o aborto espontâneo precoce.

4.    DIBROMOCLOROPROPANO (DBCP)
A manipulação de químicos achados em pesticidas, como o DBCP, pode causar problemas ovarianos, levando a uma variedade de problemas de saúde, como menopausa precoce, que pode gerar um impacto na fertilidade.

 

*Muitas destas informações são do site stanford.edu
Fonte: Amato, JLS. Em Busca Da Fertilidade. 2014

O que você achou deste conteúdo?: 
0
No votes yet

Dra. Juliana Amato: Especialista em Reprodução Humana

Dra. Juliana Amato
Ginecologista, Obstetra. Chefe da Reprodução Humana do Instituto Amato
Tratamento de Infertilidade em Laboratório de Reprodução Humana(11) 5053-2222
Tudo sobre tratamento da infertilidade. Ajuda para Engravidar.
www.fertilidade.org
Clínica de Reprodução Humana: Ajuda para engravidarAv Brasil, 2283, São Paulo, SP
FacebookTwitterYoutubeLinkedin