Clínica de Fertilidade e Reprodução Humana. Tel: (11) 5053-2222 Av. Brasil 2283. São Paulo. e-mail

Conexão da endometriose com a Infertilidade

e a infertilidade

A Endometriose Pode Ser Responsável por Até 70% das Mulheres Afetadas por Infertilidade e Dor Pélvica

A endometriose é uma condição de hormônio sensibilizados - como os ovários produzem hormônios normalmente todo mês, a endometriose pode crescer e piorar. A dor da endometriose geralmente ocorre antes e durante um ciclo menstrual. Esta dor cíclica e o crescimento da endometriose pode ser tratado com medicamentos que inibem a função ovariana. Isso significa que os ovários não estão produzindo óvulos durante o mês, e isto também evitará que a gravidez ocorra. É por isso que é difícil de tratar a endometriose associada com infertilidade - para casais tentando engravidar, nossos tratamentos de fertilidade muitas vezes estimulam os ovários a produzirem mais óvulos e mais hormônios durante o ciclo menstrual, e isso nada faz para tratar a dor associada com a endometriose. Na verdade, pode aumentar a dor. Para as mulheres com infertilidade e dor pélvica relacionada com endometriose, nosso objetivo é ajudar a gravidez a ocorrer mais rapidamente, reduzindo a quantidade de tempo em que o paciente sente a dor que ocorre com o ciclo menstrual.

Ciclos de tratamento de fertilidade são geralmente a melhor forma de tratamento em vez de cirurgia laparoscópica para as mulheres que estão tentando engravidar com endometriose.  Às vezes, no entanto, a cirurgia para endometriose pode ser realizada antes do tratamento de fertilidade, especialmente se a dor pélvica for um fator significativo. A cirurgia para endometriose é muito boa para aliviar a dor pélvica, mas provavelmente apenas minimamente aumentará a probabilidade de uma gravidez natural ou diminuirá a necessidade de tratamento de fertilidade quando a mulher está pronta para engravidar.

A endometriose, infelizmente, não pode ser completamente curada. A dor pélvica pode ser minimizada e a infertilidade pode ser superada com o tratamento, mas a inflamação pélvica e a presença das células dentro da pelve com endometriose geralmente continuam ao longo da vida reprodutiva feminina. Às vezes a endometriose pode progredir e causar dor pélvica crônica, que é muito difícil de tratar.

O Que Mais Você Pode Fazer Se Você Tem Endometriose?

Como com qualquer condição crônica, existem algumas maneiras de administrar a endometriose. Novos medicamentos estão sendo explorados e o controle de natalidade continua a ser uma forma adequada para impedir que as células indesejáveis se proliferem. Existem também vários estudos que estão sendo realizados, incluindo o estudo ROSE. ROSE significa Research OutSmarts Endometriosis (Pesquisa para Superação da Endometriose) e está em conjunção com a Endometriosis Foundation of America, fundada por Padma Lakshmi, uma respeitada celebridade que quando diagnosticada com endometriose saiu publicamente para apoiar outras que sofrem com a dor da endometriose. Você pode ler mais sobre esse estudo e ver se é uma boa escolha para você. 

Se precisar de ajuda com a dor pélvica, com a infertilidade ou se tem suspeita de endometriose, estamos aqui para ajudar. 

 

 

O que você achou deste conteúdo?: 
0
Sem avaliações

Dra. Juliana Amato: Especialista em Reprodução Humana

Dra. Juliana Amato
Ginecologista, Obstetra. Chefe da Reprodução Humana do Instituto Amato
Tratamento de Infertilidade em Laboratório de Reprodução Humana(11) 5053-2222
Tudo sobre tratamento da infertilidade. Ajuda para Engravidar.
www.fertilidade.org
Clínica de Reprodução Humana: Ajuda para engravidarAv Brasil, 2283, São Paulo, SP
FacebookTwitterYoutubeLinkedin