Pular para o conteúdo
Dieta Keto

A dieta cetogênica deveria ser considerada para aumentar a fertilidade?

A dieta cetogênica foi desenvolvida pela primeira vez na década de 1920 como um tratamento para a epilepsia na tentativa de criar um estado de fome fisiológica prolongada. Desde então, descobriu-se que a dieta tem outros efeitos terapêuticos, a maioria dos quais são neurológicos. Outras dietas, principalmente baseadas nos princípios da restrição calórica, demonstraram melhorar a fertilidade em certas populações. Exploramos os dados, clínicos e laboratoriais, para potenciais benefícios de aumento da fertilidade da dieta cetogênica, além da restrição calórica ou perda de peso.

Há evidências, baseadas principalmente em grandes estudos observacionais ou seja, que a infertilidade ovulatória é melhorada com a perda de peso em pacientes obesos. Em um estudo prospectivo de mulheres obesas com infertilidade, a perda de peso causou a retomada da ovulação em 90% das mulheres, com subsequente taxa de gravidez espontânea de 25%. Mesmo após a concepção houve melhora dos resultados com redução da taxa de aborto. De fato, uma perda de peso total de apenas 5% do peso corporal demonstrou melhorar a fertilidade em mulheres obesas. Pesquisadores descobriram que havia uma correlação com a quantidade de carboidratos consumidos e o risco de infertilidade ovulatória. Especificamente, mulheres com altos níveis de consumo de carboidratos tiveram um risco 78% maior de infertilidade ovulatória. O estudo também mostrou que o consumo de proteína animal foi associado a um risco 20% maior de infertilidade ovulatória, enquanto o consumo de proteína vegetal foi associado a um risco 43% menor. Esses achados observacionais intrigantes sugerem que a obesidade em si pode não ser a única responsável pela subfertilidade e que ingredientes dietéticos específicos podem aumentar ou prejudicar o potencial reprodutivo.

YouTube video

A dieta cetogênica é comprovadamente eficaz no tratamento de certos distúrbios neurológicos. Esses achados ressaltam a capacidade da alteração da dieta de afetar o benefício clínico significativo. Embora os mecanismos que produzem esses benefícios não sejam ainda totalmente compreendidos, a disfunção mitocondrial, uma via metabólica compartilhada tanto pela dieta cetogênica quanto pela subfertilidade associada à obesidade, talvez seja uma direção promissora para futuras investigações. Embora a perda de peso tenha provado aumentar a fertilidade na infertilidade ovulatória, muitas vezes é difícil de alcançar e notoriamente difícil de manter. Uma dieta que visa vias aberrantes específicas de infertilidade pode permitir efeitos prolongados e duradouros para mais indivíduos. No entanto, antes de recomendar qualquer intervenção, devemos nos lembrar de avaliar plenamente os benefícios e riscos individualmente.

Receita cetogênica:

YouTube video

 

 

Fonte:

  1. Kulak D, Polotsky AJ. Should the ketogenic diet be considered for enhancing fertility? Maturitas 2013; 74: 10–13.
  2. Amato ACM. Dieta Cetogênica Estratégica: transforme gordura em energia. 1st ed. São Paulo: Amato – Instituto de Medicina Avançada, 2022.

>

Dicas para conseguir engravidar

Receba o livro definitivo de tratamento para casais que desejam engravidar

Ao baixar o livro você concorda com nossos termos

× Como posso te ajudar? Available from 08:00 to 20:30 Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday