Monitorização da indução da ovulação

Monitorização da ovulação

Indução de ovulação para FIV, Monitorização da ovulação, indução da ovulação com monitorização


Inicialmente será realizado ultrassom basal no 2˚ ou 3˚ dia do ciclo menstrual para avaliar possíveis cistos ovarianos e anormalidades da trompa (hidrosalpinge).
Não havendo impedimento do inicio do tratamento será prescrito medicação injetável que a paciente mesma aplicará diariamente conforme orientação médica. É muito simples a aplicação:


Periodicamente, conforme avaliação ultrassonográfica o médico indicará a freqüência do retorno.
Normalmente são feitos entre 5 a 8 exames até o sinal ultrassonografico de ovulação.
Nesse momento, o médico prescreverá outra medicação para  deflagrar a ovulação, e, após 36 horas desta realizar a inseminação ou transferência de embrião.

 

Autor: Dra. Juliana Amato

Fonte: Amato, JLS. Em Busca Da Fertilidade. 2014

 

Local do corpo:

Ovários

Cuidados pós procedimento:

Controle frequente com exame ultrassonográfico

Preparo:

Controle e reposição hormonal

Tipo de Procedimento:

Noninvasive

Status:

Bem definido
nv-author-image

Dra. Juliana Amato

Líder da equipe de Reprodução Humana do Fertilidade.org Médica Colaboradora de Infertilidade e Reprodução Humana pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-graduado Lato Sensu em “Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida” pela Faculdade Nossa Cidade e Projeto Alfa. Master em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva. Titulo de especialista pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e APM (Associação Paulista de Medicina).