Pular para o conteúdo

A Cúrcuma e Seus Multifacetados Benefícios para a Saúde

A cúrcuma, conhecida cientificamente como Curcuma longa, é uma raiz da família do gengibre amplamente valorizada por suas propriedades medicinais e uso culinário, especialmente na Ásia. Este condimento, que confere um tom alaranjado característico aos pratos, tem sido objeto de crescente interesse devido às suas notáveis propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, atribuídas principalmente à curcumina, um de seus principais componentes ativos.

Sumário

Neste vídeo, Juliana Amato, uma ginecologista, discute extensivamente sobre a cúrcuma, abordando sua origem, benefícios, e uso tanto na alimentação quanto na forma de suplementação. A cúrcuma, proveniente da raiz da planta Curcuma longa, é rica em curcumina, um polifenol com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Juliana destaca como a cúrcuma pode ajudar na prevenção de doenças crônicas, melhoria da função cerebral e manutenção da saúde cardiovascular. Ela também menciona a importância da orientação médica para a suplementação e destaca as contraindicações do uso da cúrcuma, como para pessoas com problemas de vesícula biliar ou que utilizam anticoagulantes. Além disso, sugere maneiras de aumentar a biodisponibilidade da cúrcuma na alimentação, como a combinação com pimenta ou gengibre.

Acho que você já ouviu falar da cúrcuma, né? Esse vídeo aqui a gente vai conversar tudo sobre a cúrcuma. O que é a cúrcuma? Pra que que ela serve e quais são seus benefícios? Será que eu tenho que fazer suplementação da cúrcuma mesmo ou só a suplementação de vitamina? Tá bom? É se precisa. Como que eu vou fazer essa suplementação? Ela tem alguma contraindicação ou não tem? Vamos lá. Hoje a gente vai conversar sobre várias coisas. Meu nome é Juliana Amato e eu sou ginecologista. Por acaso você conhece alguém que toma cúrcuma e que já falou para você sobre os benefícios da cúrcuma? Por acaso você toma cúrcuma ou você mesma toma cúrcuma? Por que escutou? Vi um vídeo de que a cúrcuma é muito boa para saúde, mas você não entende muito bem para que ela é benéfica ou não. Muitas pessoas usam a cor comer não sabe nem o que é a cor coma. Ela é uma raiz. Ela vem de uma planta chamada curcuma longa, Então ela é uma raiz da família do gengibre e ela é muito utilizada lá na região da Ásia, muito utilizada como condimento na Índia e ela tem muitos benefícios para a saúde. O que eles fazem com essa raiz? Na verdade, essa raiz passa por um processo e vira esse pozinho aqui que tem uma uma cor muito característica. Essa cor mais alaranjada. Além disso, ela tem um cheiro muito forte e ela tem um gosto bem característico. E por que a cúrcuma? Ela é muito falada hoje em dia porque ela é muito rica em polifenóis. É um polifenóis muito encontrado na cúrcuma. E a curcumina. E essa curcumina? Ela tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. E o que quer dizer ter essa propriedade anti-inflamatória? Antioxidante? É uma substância que é capaz de diminuir a inflamação, a resposta inflamatória do nosso corpo e, com isso, prevenir doenças crônicas, além de diminuir a formação de radicais livres no nosso organismo ou mesmo se formar diminuir a ação desse e no processo de envelhecimento, no aparecimento de doença. Mas a cúrcuma, ela também tem um papel na saúde cerebral. Ela tem a capacidade de melhorar a nossa função cerebral. E você sabe como que ela faz isso? Ela é capaz de aumentar os níveis de fator neuro trófico do cérebro. E o que é isso? São proteínas responsáveis pela manuten ção dos nossos neurônios e da conexão entre eles. E pensando nisso, a cúrcuma. Ela é capaz de manter a nossa memória. O bom funcionamento do nosso cérebro. O bom funcionamento do nosso cérebro. Além disso, ela pode prevenir o aparecimento de Alzheimer em pessoas que têm predisposição a essa doença e também tem a capacidade de diminuir a progressão das pessoas que já tem essa doença. Ou seja, ela é capaz de ajudar no tratamento do Alzheimer. Ela não é a cura do Alzheimer, mas ela ajuda a diminuir a piora do Alzheimer. Ela reduz o risco de doenças cardíacas. Ela atua no endotélio, no tecido que reveste os nossos vasos sanguíneos, mantendo a sua integridade, o seu funcionamento e com isso ele ajuda a manter e a regular a nossa pressão arterial. E pensando nessa parte da nossa saúde também. Você sabia que a cúrcuma ela também é capaz de diminuir as concentrações de LDL no nosso sangue LDL? E o colesterol ruim, O colesterol? Ele tem diversas frações, as que a gente mais fica de olho nos exames de sangue, que são o LDL e o HDL, o HDL e o colesterol bom são as partículas de colesterol que elas não passam por o nosso sangue, Então elas circulam livremente. Ah, o LDL não! Ele já é aquela partícula até baixinha, pequenininha, que passa pela corrente sanguínea. Além disso, ela pode depositar nos vasos, formando as placas de ar, ter uma. Então a cúrcuma. Ela ajuda a diminuir os níveis de colesterol ruim. Não é muito bom isso. Como ela tem uma ação anti-inflamatória, ela ajuda a diminuir os sintomas de doenças inflamatórias. Por exemplo, a artrite reumatóide não cura doença, gente, mas ajuda a diminuir os sintomas porque ela diminui a inflamação daquela doença. Então ela é bem utilizada também na endometriose para aliviar o sintoma. Mas aquela inflamação, que é a endometriose, também é uma doença inflamatória. E você sabia que quando a gente tá inflamado a gente tem dificuldade de perder peso? Então, por acaso você já fez aquela dieta para perder uns quilinhos? Você não come nada, se mata na academia fazendo atividade física e não perde gordura, pois você pode estar inflamada e nem sabe. Quando a gente está inflamado o nosso corpo, ele não gasta energia, ele acumula a energia ali nas nossas células de gordura, porque o nosso cérebro entende um estão inflamado. Preciso de energia para combater essa inflamação. Então a gordura fica ali presa. Quando você vai dizendo o nosso cérebro, ele vai entendendo que nossa, agora eu estou mais relaxada, Eu não preciso gastar tanta energia produzindo substâncias anti-inflamatórias pra combater a inflamação do corpo. Consegue eliminar gordura mais facilmente porque libera mais facilmente essa energia, gasta mais facilmente essa energia. Alguns estudos mostram que a cúrcuma até auxilia nos sintomas depressivos e como ela faz isso? Parece que ela atua nos neurotransmissores e tem uma relação de ação muito parecida com a serotonina e a dopamina. Nossa, que ótimo que é a cúrcuma, Então se fosse assim, todo mundo estava tomando cúrcuma por aí, né gente? É importante a suplementação da cor como um adjuvante na suplementação. Isso que você pode fazer no seu dia a dia. E como você pode fazer essa suplementação? Hoje em dia a gente vê no mercado o pó mesmo da cúrcuma, a cápsula da cúrcuma que pode ser utilizada. Sempre use uma suplementação com orientação médica. Nunca vá à farmácia e viu esse vídeo aqui? Fala é ótima Cúrcuma Eu vou lá, compro e toma cúrcuma. Ela também tem algumas contraindicações que a gente vai conversar logo mais e a gente pode usar a cúrcuma na nossa alimentação também. Por exemplo, na minha casa eu uso cúrcuma para tudo, eu uso cúrcuma. Para o arroz, eu uso cúrcuma no feijão. Até no tempero da carne a gente usa cúrcuma, mas a cúrcuma pra ela ter uma boa absorção, a gente tem que comer muito dela. Por que a gente tem que comer muito? Porque ela tem uma biodisponibilidade muito baixa, ou seja, o nosso corpo, ele é capaz de absorver pouca cor, comida. Como que eu posso aumentar essa absorção da cúrcuma? Então, uma dica essencial aqui use cúrcuma. Pode usar no tempero de várias, mas de várias preparações que você faz na sua casa. Por exemplo, eu contei que eu uso no arroz, no feijão, mas você pode usar, por exemplo, quando você vai fazer a sua vitamina de manhã, coloca um leite de coco, coloca a cúrcuma, coloca uma banana. E aí, sabe o que você faz pra aumentar a biodisponibilidade dela? Você pode colocar uma sementinha, uns grãozinhos de pimenta verde, de pimenta vermelha. Você pode colocar o gengibre também, que aumenta a absorção da cúrcuma e você pode fazer até uns toques matinais com gengibre, cúrcuma, limão, que também é excelente como uma fonte bio disponível de curcumina. Porém, muita atenção existem interações medicamentosas com a cúrcuma, então muito cuidado com pessoas que usam medicações como anticoagulantes. Não podem usar curcumina ou se usarem, tem que ser com orientação médica, porque pode aumentar o risco de sangramento. Além disso, algumas medicações usadas para diminuir a glicose no sangue elas podem, com o uso da curcumina, ter sua ação diminuída no organismo. Outra condição importante pessoas que têm problema no fígado, na vesícula biliar, que tem pedras, por exemplo, na vesícula biliar, é contra indicado o uso da cor comida. Por quê? Porque ela estimula a movimentação e ação daquele local e com isso vai piorar o quadro. Você pode até ter uma obstrução na sua via biliar por conta disso, e algumas pessoas podem sentir um desconforto abdominal, uma azia, às vezes uma constipação. E se isso acontecer, converse com seu médico. Pode ser por outras causas ou pode ser pelo consumo da cor comigo. E aí gente, gostaram desse vídeo? Vocês já usam curcumina em casa? Vocês tem alguma receita, Alguma dica para passar aqui de como usar a curcumina na alimentação? Fora essas aqui que a gente já conversou hoje tô esperando o seu comentário, hein? E se você gostou desse vídeo, inscreva se aqui no nosso canal, dê o seu like e ative o sininho de notificação. e ative o sininho de notificação.

Propriedades e Benefícios

A cúrcuma destaca-se por ser rica em polifenóis, com a curcumina sendo o mais notável entre eles. Esta substância exerce um papel crucial na redução da resposta inflamatória do organismo e na proteção contra doenças crônicas, além de combater os radicais livres, contribuindo assim para o processo de desaceleração do envelhecimento.

Além disso, estudos sugerem que a cúrcuma pode melhorar significativamente a função cerebral. Acredita-se que ela aumente os níveis do fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), uma proteína essencial para a manutenção e conexão dos neurônios, auxiliando na prevenção de doenças como o Alzheimer e melhorando a memória e o funcionamento geral do cérebro.

Outro aspecto relevante da cúrcuma é sua capacidade de reduzir o risco de doenças cardíacas, atuando diretamente no endotélio vascular para manter a integridade e função dos vasos sanguíneos. Este efeito é complementado pela sua ação na redução dos níveis de LDL, ou “colesterol ruim”, contribuindo para a saúde cardiovascular.

Uso na Dieta e Considerações

A cúrcuma pode ser incorporada na dieta de diversas maneiras, seja como condimento em pratos diversos, seja por meio da suplementação, sob orientação médica. Sua biodisponibilidade é relativamente baixa, mas pode ser aumentada com a adição de pimenta preta ou gengibre, que contêm compostos que facilitam sua absorção pelo organismo.

Apesar de seus múltiplos benefícios, a cúrcuma possui contraindicações, especialmente para indivíduos que fazem uso de medicações anticoagulantes, pois pode aumentar o risco de sangramento. Pessoas com problemas no fígado ou vesícula biliar também devem ter cautela, assim como aqueles que podem experimentar desconforto gastrointestinal após seu consumo.

A cúrcuma, sem dúvida, representa uma fonte valiosa de compostos benéficos para a saúde, com uma ampla gama de aplicações terapêuticas e culinárias. Seu uso consciente, aliado a um estilo de vida saudável, pode trazer inúmeros benefícios para o bem-estar geral. Contudo, é importante considerar as contraindicações e buscar orientação profissional para otimizar seus efeitos positivos.

O que você achou?

0 / 5 Resultado 0 Votos 0

Your page rank:

Dra. Juliana Amato

Dra. Juliana Amato

Líder da equipe de Reprodução Humana do Fertilidade.org Médica Colaboradora de Infertilidade e Reprodução Humana pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-graduado Lato Sensu em “Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida” pela Faculdade Nossa Cidade e Projeto Alfa. Master em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida pela Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva. Titulo de especialista pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e APM (Associação Paulista de Medicina).

Marcações:
>
error: Alert: Content selection is disabled!!

Dicas para conseguir engravidar

Receba o livro definitivo de tratamento para casais que desejam engravidar

Ao baixar o livro você concorda com nossos termos